NOOTRÓPICOS - UMA INTRODUÇÃO PARA INICIANTES

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

NOOTRÓPICOS - UMA INTRODUÇÃO PARA INICIANTES

Mensagem por Noorberto em Dom Dez 13, 2015 10:59 pm

Bem-vindo ao mundo dos nootrópicos!

Tive a honra de ser convidado pelo fundador do fórum, PG, a fazer meu debut neste espaço. Além de vendedor, sou um entusiasta dos nootrópicos e do biohacking de uma forma geral.

Vejo uma grande necessidade de disseminar o conhecimento e a cultura dos nootrópicos do Brasil. Para além dos benefícios mais óbvios, penso também que um potencial benefício seria contribuir para pessoas que buscam a alta performance, e que hoje são reféns de drogas perigosíssimas (e tristemente legalizadas e distribuídas), como a Ritalina e outras do tipo.

Na minha humilde opinião, isso é uma questão de saúde pública, e acredito que estudantes de concursos públicos, vestibulares, profissionais da tecnologia, entre muitos outros, tem todo o direito de alcançar a alta performance sem expor sua saúde a riscos desnecessários.

Bem, sem mais delongas, meu propósito neste post é fazer uma introdução mais voltada ao público leigo, que cative quem está chegando agora ao mundo dos nootrópicos, o que acredito ser nossa grande missão nesse fórum.

Noo o quê?

Nootrópico é o termo criado pelo farmacêutico belga Corneliu Giurgea, o descobridor do piracetam, considerado o 1o nootrópico (hoje vendido nas farmácias como Nootropil).

Sua contribuição, além da criação do que é considerado o fundamento base para o surgimento de muitos outros racetams (versões modificadas mais potentes do piracetam), se estende à criação de um critério de classificação para esses suplementos.

Critério Nootrópico de Giurgea
De acordo com Giurgea, para ser considerado um nootrópico, a substância deve:

  • Melhorar a memória e o aprendizado
    Melhorar a resistência de comportamentos e memórias a condições que tendem a comprometê-los
    Proteger o cérebro contra danos físicos e químicos
    Aumentar a eficácia dos mecanismos ligados ao controle dos movimentos
    Não exibir características de outras drogas psicóticas, como sedação ou estimulação, e possuir muito poucos efeitos colaterais e muito pouca toxicidade


Tipos de Nootrópicos

Racetams


Ao criar o Piracetam, Cornelius Giurgea criou não apenas o 1o nootrópico, mas também a base para o que mais tarde seria uma das principais categorias desse suplemento.
A "família racetam" possui diversos derivados, com diferentes perfis de modo de ação e efeito, mas como a ideia aqui é apenas introduzir o assunto, não me estenderei muito.

Piracetam: o pai de todos; melhora memória e fluência verbal, pequeno impacto sobre aprendizagem, demora entre dias e semanas para os efeitos "baterem"

Aniracetam: até 5x mais potente que o piracetam, melhora memória, aprendizado e possui efeitos ansiolíticos; por essa razão, há inúmeros relatos de usuários com efeitos benéficos sobre a ansiedade

Oxiracetam: além dos efeitos sobre memória e aprendizado, possui também efeito estimulante, sendo um grande aliado do foco para os estudos

Pramiracetam: um dos racetams mais fortes, o "prami" tem seus maiores efeitos sobre o foco, concentração e aprendizado. Usuários chegam a relatar até um "foco zumbi", dada a intensidade do foco que experimentam.

NOOPEPT
Sintetizado com o intuito de ser uma "evolução dos racetams", noopept tecnicamente não é um racetam, apesar da semelhança estrutural. No curto prazo, noopept oferece concentração, ganhos de memória e fluidez de raciocínio. No médio e longo prazo, oferece um aumento significativo na capacidade de ganhar e reter novos conhecimentos.


Estimulantes Eugeróicos


Tecnicamente não são nootrópicos por não se adequarem aos Critérios de Giurgea, e acabam caindo mais no conceito de "smart drugs".

Modafinil: tem como principal função eliminar os efeitos do sono, sendo inicialmente desenvolvido para pacientes com narcolepsia. Muitos usuários alegam um grande poder de concentração dessa droga, mas o número de usuários que não sentem esses efeitos, ou que até tem diversos colaterais fortes, também é expressivo.

Metilfenidato:
mais conhecido no Brasil com Ritalina. Desenvolvido para o tratamento de TDHA, é largamente utilizado "off label" por concurseiros. Estudos apontam consequências preocupantes para o cérebro em usuários de metilfenidato.

Colinérgicos
A acetilcolina é o neurotransmissor mais importante para a formação de memória. Como os nootrópicos geralmente utilizam muito essa substância para poderem entregar seus benefícios, é necessária a suplementação colinérgica em conjunto para maior aproveitamento e evitar sintomas indesejáveis como dores de cabeça.

Precursores de colina, em ordem de aproveitamento pelo cérebro para concentração e formação de memória (do melhor para o pior)

  1. Alpha-GPC
    Citicolina
    Bitartrato de colina
    Lecitina de soja (esta última eu não recomendo!)


Nootrópicos naturais
Algumas substâncias naturais, já propriamente isoladas e industrializadas, também oferecem propriedades nootrópicas.

Alguns exemplos:
L-Teanina: presente no chá verde, é também vendida em cápsulas. É associada a um efeito de "concentração calma".

Ginseng: aumenta a clareza mental e a memória.

Rodiola Rosea: indicada também para ajudar com o estresse, atuo nos neurotransmissores associados a ansiedade, memória e concentração.

Bacopa Monieri: em termos simplistas, muito parecida com a Rodiola


SEGURANÇA

Como critério para ser considerado de fato um nootrópicos, essas substâncias possuem perfis de baixíssima toxicidade e alto nível de segurança.

Apesar de ser uma área ainda muito carente de estudos, os nootrópicos são uma alternativa altamente eficaz e segura, e configuram-se como a melhor alternativa aos "tarja preta".


Conclusão? Que nada!


Isso é o básico, do básico, do básico.

Existem outros racetams (como coluracetam, fenilpiracetam), outras fontes de colina, muitos outros nootrópicos naturais...

Mas, como disse, minha intenção aqui não é fazer uma lista compreensiva, mas sim dar uma ideia da extensão e das possibilidades do mundo dos nootrópicos, utilizando um linguajar mais simples e compreensível.

Infelizmente não há muito conteúdo em português sobre o assunto, mas quem lê em inglês, tem neste humilde post um ponto de partida para se aprofundar na busca e nos conhecimentos.

Bem-vindo ao mundo dos nootrópicos Smile

Noorberto
Member

Mensagens : 2
Data de inscrição : 13/12/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NOOTRÓPICOS - UMA INTRODUÇÃO PARA INICIANTES

Mensagem por BimMm em Seg Dez 14, 2015 1:07 am

Excelente tópico, merece um fixo cheers

Pena que nesse país heuheu tudo é mais difícil.

Muitos precisam de receitas e algumas coisas tem que ser importadas pois não se acha aqui.

Mas fazer o que, vamo que vamo.

BimMm
Member

Mensagens : 5
Data de inscrição : 07/12/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NOOTRÓPICOS - UMA INTRODUÇÃO PARA INICIANTES

Mensagem por lmellobarbosa em Ter Dez 15, 2015 12:00 pm

Muito bom, mesmo!

Obrigado!

lmellobarbosa
Member

Mensagens : 5
Data de inscrição : 05/12/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NOOTRÓPICOS - UMA INTRODUÇÃO PARA INICIANTES

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum